• Manuelle Minozzo

Da cozinha às prateleiras: como vender meu produto em supermercados?




Você deseja expandir o seu negócio e comercializar seus produtos em supermercados? Se a resposta for sim, confira essas dicas que separamos para te ajudar a chegar lá!


O sonho de muitos empreendedores do ramo alimentício é conseguir fazer com que seus produtos cheguem aos supermercados. Dessa forma, atinge-se um maior número de consumidores e, consequentemente, aumentam-se os lucros. Porém, é necessário ter cautela, entender os prós e contras e quais os requisitos que o produto necessita cumprir.


Para descomplicar um pouco esse caminho, classificamos algumas instruções que poderão orientar o produtor/empreendedor se o objetivo é atingir novos meios de venda.


  1. Estude muito! Entenda como o seu nicho funciona nas grandes redes de supermercados. Conheça seus concorrentes e também destaque os diferenciais da sua marca.

  2. Avalie prós e contras. Vender para empresas de maior porte resulta em uma margem de lucros menor para o fornecedor. Para compensar, é necessário manter um bom volume de vendas. Por isso, esteja ciente da viabilidade deste projeto antes de colocá-lo em prática.

  3. Esteja devidamente registrado. O local de produção dos alimentos deve estar devidamente regularizado pelos órgãos competentes, possuir registro no CNPJ, alvará sanitário e emitir notas fiscais, por exemplo. Somente assim é possível pensar em expansão de mercado.

  4. Certifique-se de cumprir com as Boas Práticas de Fabricação. É de extrema importância que se mantenha sempre a higienização do local de trabalho, a fim de evitar contaminação nos alimentos e possíveis consequências para o consumidor. Também garanta que a sua mercadoria possui um prazo de validade adequado para ficar em estoque nas prateleiras.

  5. Tenha um rótulo adequado. A rotulagem é uma ferramenta indispensável para produtos de supermercado. É através dela que o comprador consegue entender o que está levando para casa. Além do mais, nela contém as informações legais obrigatórias sobre o produtor, caso aconteça algum problema com aquele item.

  6. Garanta um bom aspecto visual ao produto. Na hora de comprar, o design, as cores e a embalagem utilizada influenciam muito na decisão do comprador. Por isso, invista no poder do marketing.

  7. Comece aos poucos. Inicie a expansão por empórios, mercearias e pequenos mercados. Assim, quando sua marca chegar aos supermercados, ela terá maior visibilidade pois já é conhecida pelo público.

  8. Tenha paciência e se atente às oportunidades. Quanto mais conhecimento sobre a área, mais fácil é identificar momentos e redes para fazer uma entrada de sucesso.


Gostou das dicas?

A Eali oferece soluções que podem te direcionar nessa caminhada. Realizamos serviços de rotulagem, estudo de embalagens, análise do prazo de validade e manual de boas práticas de fabricação. Entre em contato conosco e conheça mais sobre nossas propostas!



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Prestamos consultoria em engenharia de alimentos com apoio de professores e laboratórios da UFRGS

Saiba como podemos te ajudar:

Não sabe exatamente do que precisa?